A passagem do tempo deixa marcas eternas na memória, por outro lado, também deixa marcas na pele. Com a idade, é natural observar uma diminuição nas fibras de colágeno e elastina no organismo, fator que dá origem às rugas, linhas de expressão e sardas. Cedo ou tarde chega a dúvida: qual é a hora certa de começar a usar creme antissinais?

Antes de mais nada, é importante observar os componentes para saber como eles agem e, então, fazer a melhor escolha considerando a sua idade e o seu tipo de pele. Vale a pena apostar em cremes que possuem na composição elementos como vitaminas A e E, ácido glicólico, ácido hialurônico e extrato de ginko biloba.

É preciso destacar que mais de 80% dos sinais deixados na pele com o passar da idade são agravados pela longa exposição ao sol. Por isso, os cuidados não devem ser apenas com o rosto, mas com todas as regiões mais expostascomo colo, braços, mãos e pernas. 

Creme antissinais para cada faixa etária

Antes dos 30 anos

Durante a infância e a adolescência, o organismo possui uma boa produção de colágeno e a pele mantém uma aparência jovem e saudável naturalmente. O mais importante nessa etapa é a prevenção de danos com o uso regular de protetor solar no rosto e nas partes mais expostas do corpo

Alguns casos, como pessoas com a pele muito seca, podem exigir um cuidado adicional, principalmente após os 25 anos. O que vale é a auto-observação e, claro, o aconselhamento profissional.

Dos 30 aos 40 anos

Os hábitos de cada pessoa influenciam na hora certa de começar a usar cremes antissinais. É possível proteger a pele com boa alimentação, sono regular, muita água e pouco sol. Mas, em todo caso, a idade começa a dar os primeiros sinais nessa faixa etária. 

É importante intensificar a hidratação e estimular a produção de elastina e de colágeno. Ao mesmo tempo, observe se ocorre diminuição de brilho, oleosidade excessiva, palidez, pequenas manchas marrons ou mesmo se as primeiras rugas já querem chegar. 

Nessa fase, os melhores cremes são aqueles que possuem vitaminas, colágeno, antioxidantes e hidratante. 

Dos 40 aos 50 anos

Depois dos 40 anos, a queda na produção hormonal começa a mostrar suas consequências. A hidratação natural diminui e a flacidez chega de vez. Por isso, é importante procurar cremes específicos para essa faixa etária. 

Derivados de soja se mostram muito eficazes para restaurar a beleza da pele e, por isso, são elementos presentes em muitos dos cremes indicados para pessoas entre 40 e 50 anos. 

Após os 50 anos

Nessa etapa, nas mulheres marcadas pela menopausa, os cuidados com a pele precisam ser intensificados. Combinados de ácidos, como glicólico, salicílico e hialurônico, são bastante eficientes. 

Aplicar componentes que a pele ainda não precisa ainda é algo que os médicos não recomendam. Por isso, a hora certa para usar creme antissinais e os elementos adequados para cada faixa etária variam em cada caso. A melhor forma de perceber o momento ideal para cada produto é observar as mudanças que surgem no rosto e no corpo.

Gostou dessas dicas e quer estar sempre bem informada sobre os melhores cuidados com a pele? Assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro das novidades sobre esse tema!