Tomar os devidos cuidados com a aparência não é mais uma questão de estética, mas sim uma forma de ganhar a autoestima e a autoconfiança necessárias para atingir o seu potencial e se destacar nos mais diversos campos da vida. Diante desse contexto, saber o que é a renovação celular da pele se torna muito importante.

Embora esse processo seja completamente natural, poucas pessoas, inclusive diversos profissionais de saúde, não conhecem a fundo os seus principais detalhes e não sabem o que fazer para melhorar a sua eficiência. Confira o conteúdo que preparamos a seguir e aprenda um pouco mais sobre o tema.

As camadas da pele

Antes de saber o que é a renovação celular da pele, é muito interessante conhecer quais são as suas camadas. Elas são três e cada uma possui múltiplas funções. A mais superficial, que é chamada de epiderme, atua como uma barreira de hidratação que protege o corpo contra as agentes externos, como a poluição.  

Já a derme é a camada intermédia, e a sua ação principal é a de proporcionar mais rigidez à estrutura, regular a temperatura e fornecer nutrientes. Por fim, temos a hipoderme, que é a divisão mais inferior e proporciona maior isolamento, atuando como uma espécie de amortecedor de choques mecânicos, protegendo os órgãos internos.

O ciclo celular da pele

Uma vez que você já conheceu as camadas da pele e suas funções, fica mais simples entender o ciclo celular. Como vimos, cada camada tem uma importância grande e o nosso organismo não pode se dar ao luxo de não contar com essa ajuda. Por isso, em pessoas jovens, as células se renovam e levam 28 dias para chegar à superfície.

Já em indivíduos mais velhos, esse processo pode levar cerca de 40 dias. Isso quer dizer que a epiderme, a camada mais superficial da pele, acaba se tornando um acumulado de células envelhecidas e mortas, o que deixa uma aparência nada bonita. Outros fatores, como a exposição excessiva ao sol, a poluição, a falta de sono e a desnutrição, podem piorar esse quadro.

A importância do dermatologista

Um dermatologista torna-se essencial para minimizar as chances de envelhecimento precoce e melhorar o ciclo celular da pele. E isso ocorre não apenas em função das excelentes orientações que esse profissional pode passar,  como o uso adequado de protetor solar durante o dia, mas também pelo emprego dos dermocosméticos adequados.

Por meio do emprego de substâncias específicas e dermatologicamente testadas, é possível acelerar o processo de renovação da pele através do uso de dermocosméticos que contenham ácidos, antioxidantes, vitaminas entre outras substâncias. Tudo isso para possibilitar uma pela renovada, mais firme e iluminada.

O acompanhamento com um dermatologista de confiança também é positivo porque ele está apto a avaliar possíveis situações relacionadas com a idade. Como exemplo, a diminuição dos níveis hormonais em uma menopausa ou problemas que possam ter surgido em função de quadros de ansiedade e de estresse, por exemplo.

Agora que entendeu o que é a renovação celular da pele, fica mais fácil manter os cuidados necessários para mantê-la bonita e saudável.

Gostou desse conteúdo? Tem alguma dúvida sobre a renovação celular da pele? Então, deixe um comentário aqui no blog!

Ah, Lembre-se de procurar um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia e agendar a sua consulta.