Muito se fala sobre os benefícios da vitamina C para a pele, como o combate às marcas de expressão, rugas e manchas. O ácido ascórbico (também conhecido como vitamina C) chama atenção, principalmente, por sua atuação no combate ao envelhecimento precoce.

Hoje, é possível encontrar no mercado (inclusive de dermocosméticos) uma infinidade de produtos com essa substância. Mas, para entendê-la mais a fundo, iremos destacar a partir do tópico abaixo suas principais vantagens e explicar melhor como ela é capaz de prevenir e reverter os principais sinais do envelhecimento da pele.

Vamos lá!

Principais benefícios da vitamina C para a pele

A vitamina C possui uma poderosa ação antioxidante, combatendo, assim, a formação de radicais livres (moléculas que aceleram o processo de envelhecimento) e atenuando/prevenindo o aparecimento de manchas.

O ácido ascórbico também estimula a produção de colágeno, responsável pela firmeza e elasticidade da pele. Em outras palavras, ajuda a reduzir a flacidez e a suavizar marcas e linhas de expressão.

Vitamina C + Nanotecnologia

O uso da vitamina C em dermocosméticos exige cuidados especiais, dada à dificuldade de sua manipulação, que é proveniente, sobretudo, de suas características instáveis (como a própria sensibilidade à oxidação). Além disso, à molécula da vitamina C tem dificuldade de penetrar com facilidade nas camadas mais profundas da pele.

Para solucionar questões como essas, foram desenvolvidas tecnologias inteligentes, como a nanotecnologia que, além de tornar o ácido ascórbico mais estável, aumenta seu poder de penetração cutânea. Isso é possível porque ele é transformado em nanopartículas que conseguem adentrar de forma mais profunda às camadas da pele.

O resultado é um melhor aproveitamento da substância, somado a maior EFICÁCIA.

Quando utilizar dermocosméticos com vitamina C?

O melhor momento para começar a combater os efeitos do envelhecimento é entre 25 e 30 anos. Porém, como a vitamina C não possui contraindicações, mas não esqueça de consultar sempre seu dermatologista.

Mas é depois dos 30 anos, quando a pele começa a perder cerca de 1% de colágeno ao ano, que os dermocosméticos devem ser inseridos de maneira mais enfática na rotina de cuidados com a pele.

O ácido ascórbico tem sido explorado de forma cada vez mais ampla, e os resultados de inúmeras pesquisas, demonstram que a eficácia dessa substância está diretamente relacionada à sua concentração, estabilidade e capacidade de penetrar nas camadas mais profundas da pele.

Para conferir dermocosméticos com vitamina C, entre em contato conosco! Somos uma marca inovadora no mercado brasileiro, que conta com profissionais com vasta expertise nas áreas farmacêutica e dermocosmética.